Total de visualizações de página

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Gêmeos com Roupas Iguais... Pode?

Existe um tabu na vida dos gêmeos que é saber se podem usar roupas iguais. Muitos não curtem a ideia. Mas alguns gostam... Pode ou é ridículo?

Depende. Depois de certa idade fica meio ridículo sim. Eu e a minha irmã usamos apenas no carnaval e no trabalho, quando há necessidade de uniforme. Muito de vez em quando, saímos com modelos bem parecidos de cores diferentes, mas sempre com a intenção de provocar e brincar com as pessoas na rua. O normal na nossa vida é sairmos diferentes.





Olha, o conselho que a gente dá para quem tem filhos gêmeos é que evite colocar a mesma roupa. Uma criança ainda não desenvolveu completamente a própria personalidade nem a percepção sobre o mundo em que vive.

Se você veste irmãos gêmeos de forma igual, todos na rua vão achar a coisa mais linda e você será abordado diversas vezes para elogiarem os seus filhos. Mas, estará contribuindo para uma confusão mental nas crianças que poderá durar a vida inteira. 

Até os cinco anos de idade, eu não entendia que o meu nome era Flávia e o da minha irmã era Fernanda. Eu achava que as duas eram Flávias! Não compreendia de forma alguma como podiam existir duas de mim no mundo. Mas não era a segunda Flávia, e sim outra pessoa com vontades e pensamentos próprios. Era a Fernanda. Mas se o cabelo era igual, o rosto era tão parecido, a idade, a data de aniversário, os pais, a escola, os amiguinhos, as vivências no dia a dia, os programas de final de semana eram os mesmos, como poderia não ser eu? Isso é muito confuso para a mente infantil.

Aos 18 anos, já adolescentes, eu e a minha irmã ficávamos com tanto medo de sermos comparadas e uma ser considerada mais feinha que a outra, que entramos numa neura de contar até batata frita em restaurante a peso para evitar as gordurinhas a mais e uma não ser a gêmea gordinha.

Hoje, com 29 anos, desenvolvemos um estilo próprio e cada uma tem a personalidade bem diferente da outra. Adoro as roupas dela e ela adora as minhas, mas tem coisas que combinam comigo e outras com ela. A Fernanda adora uma bolsinha clutch, enquanto eu prefiro uma mochila de super heróis. Ela gosta de meninos arrumadinhos, eu prefiro os despojados... Tem um monte de diferenças entre nós que só descobrimos e conseguimos desenvolvê-las depois que nos separamos e fizemos faculdades distintas. Quando morei em outra cidade também ajudou.  Eu e a Fê andamos com a mesma roupa até pelo menos os 11 anos de idade, e por isso demoramos mais para nos separarmos psicologicamente. Hoje, a gente é melhor amiga, mas cada uma sabe exatamente quem é. E acredite, não somos iguais de forma alguma!

Então fica a dica, se gêmeos já têm tantas coisas em comum, a começar pelo dia do aniversário, é altamente recomendável que as roupas sejam diferentes desde cedo. 

Recomendo também turmas separadas na escola, para que cada um faça o tipo de amigos que combina mais com ele próprio, e não com o irmão. Atividades extra-classe diferentes. Repare qual dos dois gosta mais de esportes ao ar livre, qual prefere uma luta, se uma quer dançar, a outra desenhar. Os dois não precisam e não devem fazer tudo juntos. Pelo menos não enquanto são crianças e adolescentes. Depois se eles quiserem abrir uma empresa juntos já adultos, aí é outra história... ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário